sexta-feira, 1 de março de 2013

O Baile - 11º capitulo (Preciso contar a verdade!)


P.O.V Wenddy

 Chaz e eu ficamos ali deitados de conchinha e assistindo o filme, ele ficava beijando o meu pescoço toda hora, eu não queria que ele fosse embora de jeito nenhum. Quando o filme acabou, eu desliguei o DVD e a TV, me virei de frente pro Chaz e o beijei bruscamente, subi em cima dele e percebi que ele se arrepiou com aquilo. Ele está gostando! Enquanto o beijava, coloquei a mão dentro da camisa dele e fiquei acariciando seu tórax, ele se arrepiou mais ainda. Chaz deu uma de espertinho e foi colocando a mão em meu bumbum, eu não sabia mais o que fazer, estávamos em uma situação completamente maliciosa, mas eu pude me conter, parei de beijá-lo.

Chaz: O que foi? - ele me olhou assustado.
Wen: Nada não! Quer ir embora? - disse com um olhar malicioso.
Chaz: Não! Não agora, quero ficar agarradinho com você. - ele disse e ficou beijando o meu pescoço.
Wen: Eu sabia que você ia mudar de opinião. - disse e pisquei.
Chaz: Sabia mesmo? E como? - ele disse desconfiado e riu.
Wen: Você estava se aproveitando de mim que eu sei, tá? - disse fazendo bico e ele riu.
Chaz: Nossa Wen, o que foi que eu fiz? - ele fez cara de desentendido.
Wen: Se aproveitou do meu bumbum sensual! - disse e ri.
Chaz: Pois é, desculpa. E.. é, você tem razão, ele é bem sensual! Sensual até demais. - ele disse com um olhar malicioso.
Wen: Ishe' Chaz, para de ser safado! - dei um tapa no braço dele.
Chaz: E por que eu não posso ser? É proibido ou o quê? - ele disse incrédulo.
Wen: Eu só falei pra você parar, seu bobão. - disse rindo e dei um selinho rápido nele.
Chaz: aaaaah :/ assim não tem graça! - ele disse triste e fazendo bico.
Wen: É mesmo, você tem razão, miau. Não tem graça nenhuma! - disse sorrindo maliciosamente e o beijei bruscamente, logo em seguida coloquei a mão no bumbum dele e fiquei acariciando o mesmo, Chaz apenas sorria entre o beijo, parecia que ele estava adorando. Chaz ficou acariciando o meu corpo inteiro, eu já estava ficando excitada com aquilo, ele não parava o beijo de jeito nenhum, até que eu estava ficando sem fôlego, parei o beijo. - É melhor pararmos por aqui. - disse ofegante e sorri.
Chaz: Por quê? - ele disse indignado.
Wen: Chaz, estamos no meu quarto! Meus pais estão em casa, se algo acontecer, eu não sei o que seria de ti se meu pai visse ou descobrisse. - disse receosa.
Chaz: Hum... como assim, se algo acontecer? Você está falando de sexo?
Wen: Como se você fosse inocente! Claro que eu estou falando disso, né baby. - disse revirando os olhos e me sentei.
Chaz: Okay, desculpa! - ele se levantou - Eu vou embora. - ele disse e saiu andando.
Wen: Ah' não, Chaz. Fica aqui, por favor? - insisti.
Chaz: Nossa Wenddy, primeiro você diz que não dá mais porque estamos no seu quarto com seus pais em casa, agora está pedindo para eu ficar? Eu vou embora, tá? Amanhã a gente se fala. - ele veio em minha direção, me deu um selinho rápido e saiu.
Wen: Então tá, fazer o quê. - bufei - Nossa, ainda bem que o Chaz não viu todas as mensagens que mandei pro Josh, se não ele vai descobrir que menti pra ele. - disse olhando pro meu celular -  ARGH' por que eu menti pra ele? Eu nunca menti. Ai que raiva, depois disso ele não vai mais acreditar em mim. O que eu faço? - disse desesperada. Vou ligar pra Jasmine! - disse e disquei os números dela, ela atendeu no segundo toque.

*Início da Ligação*

Wen: Oi Jas, é a Wen.
Jas: Oi Wen! Tudo bem?
Wen: Mais ou menos. Você está sozinha?
Jas: Sim, estou. Por quê? Aconteceu alguma coisa? - ela disse preocupada.
Wen: É que... é que... eu menti pro Chaz. - disse com medo.
Jas: WHAT? COMO ASSIM? FICOU MALUCA?
Wen: Jas, se acalma. Eu só disse pra ele que não era apaixonada pelo Josh, que eu só aquilo pra saber a reação dele e essas coisas.
Jas: Nossa meu, você acha isso pouco? Você NUNCA mentiu pro Chaz, por que foi fazer isso logo agora?
Wen: Eu não sei o que deu em mim, mas eu senti que ele não deveria saber de nada.
Jas: Então tá, como você pretende desfazer a burrada que fez?
Wen: Eu não sei! O Chaz acabou de fazer uma promessa com o meu pai.
Jas: Que tipo de promessa?
Wen: É que meu pai não queria aceitar da gente ficar juntos. Ai o Chaz fez um trato com ele, nem foi promessa, foi trato mesmo. O Chaz disse pro meu pai que se ele me fazer sofrer, de qualquer modo que for, meu pai podia bater nele, matar, fazer qualquer coisa com ele.
Jas: O QUÊ? O CHAZ FICOU MALUCO? ELE BEBEU OU O QUÊ?
Wen: Eu não sei! Ele insistiu em fazer isso por mim.
Jas: Ele te ama, Wenddy. Mas você mentiu pro mesmo! E agora pra contar toda a verdade? O que você vai fazer?
Wen: Não faço ideia, Jas. Me ajuda.. por favor?
Jas: Eu to indo ai pra gente conversar melhor, tá?
Wen: Tá bom, amiga! Estou te esperando.
Jas: Okay! Xoxo
Wen: Xoxo

*Fim da Ligação*

 Fiquei no quarto esperando a Jasmine chegar, como o tempo não passava de jeito nenhum, eu resolvi ouvir músicas, algum tempo depois, vi Jasmine entrando no meu quarto, tirei os fones, ela se sentou e começou á falar, me deu vários conselhos, me disse o que eu tinha pra dizer pro Chaz e como dizer, ela me falou tanta coisa que no final fiquei até confusa, mas foi por pouco tempo. Quando começou escurecer, ela foi embora e eu fui tomar um banho pra esfriar a cabeça, estava meio nervosa, mas depois do banho, me acalmei mais.

 No dia seguinte... Sexta-feira

  Acordei com o celular despertando, me levantei e fui direto pro banheiro, tomei um banho mega rápido, troquei de roupa e desci, fui pra sozinha, peguei uma pêra e sai de casa rumo á escola. Chegando lá, eu fui tratando de procurar a Jasmine, porque eu já tinha começado a ficar nervosa e se eu fosse falar com o Chaz agora, eu ia começar a gaguejar e não sairia nada nada da minha boca. Achei ela, disse como eu estava, ela disse para eu não falar com ele agora, se não eu vou ficar mais nervosa ainda, então só vai ser no intervalo. Antes que eu visse o Chaz, sai andando em direção á sala junto com a Jas. Bom... ambos não falamos com os nossos 'ficantes'. Três aulas se passaram de um jeito lerdo que o tédio domou a sala de aula, as vezes eu ficava mexendo no celular, trocando sms com a Jasmine para espantar o tédio, mas nada adiantava. A gente trocava sms por um simples motivo: eu sento na fileira da janela e ela senta na fileira da porta, ai como o professor não parava de falar e a sala estava toda quieta, esse foi o único motivo para conversarmos. O intervalo chegou! Ufa! -q eu. to. aflita. nessa. porra. argh. Jas e eu saímos da sala, demos uns cincos passos e eu logo vi Chaz e Matt, comecei á tremer, tremer demais, eles se aproximaram, Matt foi com a Jasmine e Chaz se aproximou mais de mim.

Chaz: Oi Wen! - me deu um selinho.
Wen: oooi Chaz! - sorri sem graça.
Chaz: Você chegou atrasada?  Eu não te vi na entrada! - ele disse e fez bico, que cute.
Wen: Ér, cheguei sim! Quase não consegui entrar. - disse e fomos andando.
Chaz: Wen, aconteceu alguma coisa? Você está estranha! - ele disse desconfiado.
Wen: Não aconteceu nada, Chaz. - sorri
Chaz: É por causa de ontem?
Wen: Não, não é! - disse e ambos ficaram em silêncio, chegamos no nosso cantinho, um lugar onde ninguém vai, me sentei e Chaz se sentou ao meu lado. - Chaz, eu preciso te falar uma coisa.
Chaz: O que você quer falar? - ele disse e arregalou os olhos.

Continua! com 3 comentários...

4 comentários:

  1. continuaaa
    amando demais haha'

    3 bjos u.u

    ResponderExcluir
  2. Continua perfeito demais , eu sempre falo isso haha
    mais é que sempre ta perfeito u.u

    ResponderExcluir
  3. Continua logoooo
    amandoooooooooooooooo

    ResponderExcluir